mercoledì 30 settembre 2009

TOUTPASSSSSSSSSSSSEEEEEE----------


...et cette vigueur excessive
qu'elle avait dans tout
ce qu'elle faisait
le temps
d'antan

autant
vaut
l' oublier

tout est passé

martedì 29 settembre 2009

amare è bello - immagine da Google



sono ostaggio
di quelli
che amo tanto

-mai troppo-




non importa

lascio emergere
questa fitta
al cuore
sempre in agguato

amare è bello
di nasconderlo
mi rifiuto
anche se esagerato

domenica 27 settembre 2009

algo de mi recorrido por Brasil - 1978 - 1979

linhas escritas num livro "Ritmos" publicado pela Universidade Nacional Atonoma de Mexico em 1985.
---------------------------------------------------------------------------------

...em 1978 despues de mi exposicion en la Petite Galerie, Rio de Janeiro y en la galeria Arte Global, Sao Paulo



sigo con mis trabajos en el Museu de Arte Moderno de Salvador, Bahia, e Casa de la Cultura , Recife, Pernambuco


donde conozco gentes fabulosas como
Joao Camara



tal vez el mejor pintor de Brasil en la actualidad





Raul Còrdula que me lleva a conocer Joao Pessoa, Paraìba



ambiente pleno de de una inteligencia sorpreendente, atmòsfera llena de sensualidad y erotismo, un verdadero Brasil; casi hago el amor con un poeta ahogado en alcohol, fantasmagorico, que un dia se morirà de tanto talento, inteligencia y claro està, alcohol.

En Recife, conocì incluso un militar disidente y alma de nino. Ante mi gran horror - odio los uniformes -, nos hicimos amigos, bailando la CIRANDA , una noche en las calles, frente a una iglesia, Sao Pedro "algo", no me acuerdo. Y descubrì que pinta ! " Naif"!, desde luego...

Otros como Petronio Cunha



que recortando papeles hace maravillas e que me deu de presente um trecho de algo que escrevi no catalogo da exposiçao da Galeria Arte Global,-que trabalho ele teve "escrevendorecortando", - foi um presente dos mais bonitos que tenho recebido



Francisco Brennand*


gigante personaje, que habiendo heredado ingenios de azucar, los transformò en increibles talleres de ceramica y se dedica a producir piezas a su talla
y temperamento, gigantescas y eroticas.

Yo en casa de Brennand














Olinda
Recife,
Joao Pessoa,
sus habitantes y su atmòsfera,que saudades...





* ahora acabo de verlo despues de tantos anos,aun mas guapo, y descobri que le hicieron un Museo. Lo merecia desde entonces...hace anos...

sabato 26 settembre 2009

ROOOOOOOOOOOOODAAAAAAAAA------


o mundo roda
como um roda piao

que direçao?




a minha cabeça roda
tambem
outra dimensao

nao poderiamos
cair juntos
nos dando a mao?

venerdì 25 settembre 2009

living together apart - fragment d'une photo de Dominique Landau


giù e su
vaivem
to-and-fro



va-et-vient
viavai
men che meno
rimanere

menefreghismo

giovedì 24 settembre 2009

poema de meu irmao - 21 de janeiro 2009



SEPULTURA


meus antepassados nasceram na Transilvânia
terra onde Drácula bebia sangue engarrafado
e é como a humanidade acredita como verdade,
mas mesmo ali não sendo a África
os leões dali eram dóceis ovelhas
e ágeis gazelas
e os homens fortes e valentes mesmo usando saia
e meu avô declamava em hebreu:
“neto, no teu sangue corre a nobreza dos judeus
a sabedoria do Salomão a valentia do David,v
viverá a tragédia dos macabeus
sem morrer mutilado nos rochedos ao redor da fortaleza
e será um anônimo herói como todos os desaparecidos
há mais de cinco mil anos”
e eu vi o vento dos Carpátos mover os fios brancos
dos seus longos bigodes
e das montanhas desci e cresci no asfalto
e me debati e bati com monstros de duas pernas
e vivi como um leão sem ser ovelha nem gazela ,

faz tanto tempo que em minha mente só encontro confusão,
a minha memória é u m caos e nostalgia
e da nostalgia surge a melancolia
e da melancolia escorre o rio da saudade
e a saudades se desdobra em outras menores
e choram agarradas umas soabre as outras
desesperadas e se destroem aos poucos
e a demência se apossa como um osso
entre os dentes de um cão velho
e não sei mais se ainda tenho algo bom
do que possa me lembrar

meus pais se escondem silenciosos
de baixo da terra com uma pedra em cima
e meus amigos me acenam lá de cima
entre o sol de dia e as estrela noturnas
e me colocam numa armadura
oh tortura!

e ouço vindo lá de cima o rei David
falar – vamos fumar mais um cigarro –
e o velho Salomão: – minhas mulheres são tuas –
e o perfume do escuro e dos pés vai e vem
entre as estrelas e o um estreito túnel
e no silencio que me cerca alguém chora
ou será que é a risada da loucura?

é uma noite quente de verão em 2009
e ninguém nada nesse mar de espuma noturna
e nenhuma armadura cintilante me procura

sento no paredão onde o mar bate duro
acendo um cigarro e olho com doçura
o vai e vem elegante das ondas debaixo da lua
e a voz do meu avô trazido pelos ventos murmura:
“ menino, aqui será sua sepultura”

mercoledì 23 settembre 2009

[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[


l'aria scoppia
di elettricità


nera

la mia mente
sussulta
superstite
dalla scarsa
luminosità

qui sait..- photo Dominique Landau


les tourbillons néfastes de
ces derniers temps
ont fait tourner
en rond mon rythme interne



dernièrement je
peinds la nuit
et non pas de jour
les journées passent
r^evant..
le pourquoi je le sais
oh! trop bien...
et pourtant je continue avec
mes lignes et ces mots
ici
qui ne servent à rien

demain un autre
jour commence

j'attends
l'inattendu

lunedì 21 settembre 2009

do livro Eles, Eu, Outros - 1999 Iosif Landau - as 4 ultimas imagens sao de Google

Nasci na era
do bonde puxado a cavalo,
do lampião a gás,
dos bulevares arborizados,
em casa majestosa,





pela mão de parteira,
sob o olhar severo do rabino.






amamentado por robusta camponesa,
no meu sangue semita correm
campos de trigo,



pastos floridos,
florestas seculares,
picos nevados.

Renasci num país
de paisagens marinhas,
com palmeiras e sabiás,






à minha alma sombria,
seu feminino encanto
prometeu vida.




Abusei da paciência divina,
que seja vagaroso meu destino,
quero fluir
preguiçoso como o rio mar,
esquecer-me
dos picos nevados,
das duas existências.

Aqui repouso.

domenica 20 settembre 2009

fragment modifié d'un Assemblage de Dominique Landau



sans osciller
largue tes amarres
flotte
dans le vide
à l'encontre
de tes r^eves

sabato 19 settembre 2009

****************************



dileguarmi
nello spazio

anima in pace
senza né
senza ma

niente di più

venerdì 18 settembre 2009

giovedì 17 settembre 2009

HHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH


adopter le hasard
trop facile

se laisser porter
emporter
au hasard

sans rien hasarder

un grand NON

toute la vie
est à risquer
faut pas
croire
au hasard

malgré les hasards...

mercoledì 16 settembre 2009

GGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG


non strapparmi
più lacrime
straordinario
stravagante
travolgente
essere errante

svegliati

martedì 15 settembre 2009

para meu irmao um poema de Allen Ginsberg a quem ele admirava tanto...

I speak of love that comes to mind:
The moon is faithful, although blind;
She moves in thought she cannot speak.
Perfect care has made her bleak.


I never dreamed the sea so deep,
The earth so dark; so long my sleep,
I have become another child.
I wake to see the world go wild.

lunedì 14 settembre 2009

00000000000000




confini invisibili
niente limiti
fine visibile
umano limite

domenica 13 settembre 2009

para Gigi - fragmentos de dois poemas de Bernard Shaw


Things of beauty I did see
As my spirit was slowly rising
I saw my past as if in dream
.............................




All flowed out in the stream
Of unholy passions on the run
I raised my eyes up to the light
Hope filling my longing breast
No more the sadness of my plight

................................

Warming waters washing over me
Soak all the badness away
...............................



o segundo:


--------------------------------
But I was a King of the Road
Free as the air I went on my way
My head held high for all to see
--------------------------------
If you ever meet a King of the Road
A vagabond he may well be
Know that he would not change his load
For he is a free man just like me

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

sim, meu querido voce andou por todo
o teu querido Brasil, sempre livre!!
muito mais que um rei!!!!!!!!!!!!!!!

sabato 12 settembre 2009

SHHHHHHHHHHHHHHH-----------------


un sussulto
dolore

rimango stordita
senza fiato

tacete
per piacere

venerdì 11 settembre 2009

...sempre quella...


anni di oblio

la strada
è sempre quella

- caustica ironia -

strazianti ricordi
sospesi nelle nuvole

si sfilacciano
poco a poco---

giovedì 10 settembre 2009

WZXWZXWZXWZXW - foto Dominique Landau



trasmutarti
impara le arti
- non si può -

trasmetti un messaggio
a tuo agio
- non lo leggerò -

tramandarmi tradizioni
inutili azioni
- sono senza regole -

tracciarmi nell' aria
pitture lineari
- godimento estremo -

tralasciare qualcosa
- si lasciami in pace -

ma
terrore
a
tradimento
arriva la

tramontana
corro alla mia tana
- rimango senza meta -

menzogna

trascendo la fifa
e
tranquilla
aspetto un bel tramonto

martedì 8 settembre 2009

>>>>>>>>> _ avanti _ >>>>>>>>>






senza mezza misura
senza battere ciglio
stringi i denti
e
vai avanti

lunedì 7 settembre 2009

ààààà-òòòòò-ùùùùù[[[[[[[[[[

o vento jà
nao assovia
nao escuto
o trovao
um relampago
me atravessou



um arcoiris apareceu
e minha casa pintou



o silencio
parou

aonde estou?

domenica 6 settembre 2009

@@@@@@@@@ image Dominique Landau




devenir un pur esprit savant
séduisant omniprésent
n’est pas facile

il est long l’apprentissage
le métier de l'invisible
prends du temps

Temps?

#################


emprisonnée
devoir
lutter avec
soi-m^eme

j'sais pas
comment



combat inhumain
éternel

incessant

cela a-t-il
un sens?

sabato 5 settembre 2009

abisso


ore di silenzio
in cui cimentarmi
con me stessa
senza avere
granché da fare
finita
in un triste abisso
la mia capacità
di creare

il mio alter ego
l'ha portato con lui

voragine

venerdì 4 settembre 2009

Gigi quero teus versos desde as ondas do mar...


sim eu sei
voce esta aqui
comigo
mas...
desde que foi na(n)dar
nas aguas do mar
por ai afora

fora me deixou

ainda mais so

escreve umas palavras
usando as ondas
destes mares
e por meio
das correntes
dos oceanos
por onde navegas
me manda
uns lindos versos
nas asas dos ventos

eles soprando
me alcançariam

cortina di lacrime


pensieri
parole
sentimenti
si rincorano
formano
rivoli
cortine d'acqua


scivolano
dentro fuori attorno
ai miei occhi
mordano
la mia insonnia

lacrime

giovedì 3 settembre 2009

/////// \\\\\\\




vorrei vertigini
di una sbornia



non vertigini
di ferite
gonfiate
di pianti


infiniti



memore
amore

mercoledì 2 settembre 2009

meu irmao.. eu nao te digo adeus ja que estas aqui comigo...



voce desde ontem esta nadando nas aguas do Rio,
no Arpoador
lugar que tanto amava...ama...