mercoledì 30 ottobre 2013

lunedì 28 ottobre 2013

aonde esta minha estrela?se chama MIRA!


Je m’envole à la poursuite
De l’étoile à laquelle j’appartiens
Arriverais-je à l’atteindre à temps?

Rayons ficelles trempées dans l’or
Or qui brule et me réchauffe
Je vous suis

la nuit a lancé ses étincelles
Nuit qui tombe telle une bénédiction
Reste ici bas
Ne t’en vas pas

Où se trouve mon étoile?

L’aube à essuyé le ciel …

domenica 27 ottobre 2013

sabato 26 ottobre 2013

mercoledì 23 ottobre 2013

martedì 22 ottobre 2013

vivo qdo durmo...


conto as horas
para ir deitar.
dormindo vivo
vivo nos meus sonhos
nao sao sonhos
mas realidade
passado no presente
futuro previsivel?

acordada nao vivo
sou um robot
bastante oxidado
todo esculhambado
quando durmo sem dormir
que beleza
passeio
com minhas amigas amigos
rio falo vejo escuto discuto
estou viva
continuo minha vida
de seculos atras

esta noite por exemplo
vivi uma coisa muito linda
estava num Museu - parecia Mexico -
e olhando para as obras
vi que o meu "naoensinamentodaarte"
deu um resultado formidavel
obras incriveis
esculturas que falam
pinturas que dançam
objetos que voam
e tudo era uma homenagem à Landau!
eram meus "dizquealunos"
a quem somente ensinei a nao ligar
o que dizem os professores
de nao ler livros
que ensinam o que é cor
e outras bobagens
que de nada sirvem
se nao tiverem as cores
e o resto
dentro deles
sobretudo
liberdade de expressar
de reclamar
de discutir
liberdade e sensibilidade
sem nenhuma regra besta
sem medo de errar
errar é preciso
depois encontra o caminho certo
. Importante é ir para frente
pintando creando gritando :
liberdade!

Gostaria de passar meus dias como as minhas
noites: vivendo...

domenica 20 ottobre 2013

sabato 19 ottobre 2013

atmosfera :( :)

La atmosfera que a fuerza tragas , el aire que entra en tus pulmones desde el dia que comienzas a respirar. A entender, o por lo contrario, no entender esta sociedad que te rodea. Como? No dejes que te llegue demasiado tarde este “ abrir de ojos”- No voltees la espalda sin hacer algo.Un mìnimo, pero algo. Al menos pensar…. Sé que és dificil. Pero, no hay pior lucha que aquella que no se hace. Hazlo. Trata. Algo podràs hacer, al menos , gritar tu enojo con palabras, escritos, o creando belleza para limpiar quizàs un poco, este ambiente.…Rechazar “el no querer “ meterse en algo, que nos impone el terror - palabra de moda ahora – .
La vejez comienza en el preciso momento quando entra la resignaciòn , el miedo. Cuando entra el miedo al cambio, el miedo a romper una “soi-disant “ seguridad. Cuando atemorizados, o indiferentes nos conformamos, y bajamos la cabeza, cerramos los ojos, y los oidos, y nos resignamos.--
NO!

venerdì 18 ottobre 2013

giovedì 17 ottobre 2013

mercoledì 16 ottobre 2013

aniversario

 

meu filho
 
 
16 de otubro 1960 - maio 1961

tristeza...saudades eternas....

domenica 13 ottobre 2013

sabato 12 ottobre 2013

venerdì 11 ottobre 2013

giovedì 10 ottobre 2013

mercoledì 9 ottobre 2013

martedì 8 ottobre 2013

domenica 6 ottobre 2013

algo dito pelo meu irmao:

....que importam os prêmios? O que vale mesmo é a realização que dá e o êxtase que a arte provoca em si (no criador) como potência inovadora de si mesmo. O fato de religar, revitalizar, revigorar é que dá à arte da escrita a importância que ela tem.
Renovar-se, muitas vezes, é abandonar algo que se fazia para fazer outras coisas. Ou não: renovar pode ser, simplesmente, começar. Mesmo que este começo seja aos 70!...
 

venerdì 4 ottobre 2013

aos meus amados que estao longe uma flor de presente; a flor da PASSION FRUIT....e uma carta...

o dia vai a noite vem
me da a tua mao
aonde estas
nas paredes mortas
nas pedras verdes
me da a tua mao
fora das coisas da vida
dentro da vida das coisas
nao ha mais vida das coisas
da-me tua mao
de ferrugem
de areia
de azul
de flores
que choram
amarelas
de folhas secas
longe de tudo
me da esta mao de sorrisos
me da a tua mao
filho meu
pai e mae
irmaoamigasirmas
me dem as maos

giovedì 3 ottobre 2013

para meu irmao...


quero teus versos desde as ondas do mar...
sim eu sei
voce esta aqui
comigo
mas...
desde que foi na(n)dar
nas aguas do mar
por ai afora
fora me deixou
ainda mais so
escreve umas palavras
usando as ondas
destes mares
e por meio
das correntes
dos oceanos
por onde navegas
me manda
uns lindos versos
nas asas dos ventos
os ventos que aqui
me seguem sempre