sabato 10 gennaio 2009

de noche....



de noche todos
los ruidos son extranos
mas extrano es el silencio
que se queda cuando te vas

escuchas
algo mas que la realidad?

2 commenti:

Germano Xavier ha detto...

Myra,

estou adorando tue súltimos poemas, por que entendo mais o espanhol.

E são belíssimos seus versos.

Um carinho.
Continuemos...

yehuda ha detto...

querida,
não tenho visitado nenhum blog
estou bastante desanimado
mas vai passar
beijo
esse teu poeminho é lindo, perfeito
beijo