mercoledì 7 ottobre 2009

recordando:1978 - exposiçao galeria Arte Global - Sao Paulo -

..uma artista respira vida quano se sente
claramente a alteraçao de seu caminho, quando se
percebe uma pesquisa
................................................

Nas telas vistas de Myra em Sao Paulo em 1973
se sente a pintura como uma forma compulsiva de expressao:
as vezes tranquila imersa em seu mundo subjetivo,
exasperada em outras ocasioes, como alias sua
propria letra a denuncia quando se expressa de
forma discursiva.
...............................................
embora o retangulo ( ou o quadrado) da tela seja
o fundamento para suas composiçoes - o que poderia
dar margem a pensar que ela segue este principio
racional - e apesar da abstraçao ser sua
tendecia, eis aqui uma artista em cujo trabalho,
"a natureza afetiva da forma é bem transparente",
tomando emprestada a expressao de Mario Pedrosa.
...............................................

....a imposiçao da geometria em varias de suas
ultimas pinturas, se contrapoe à serie de desenhos
que a artista apresenta em faixas ou rolos
desenhados em papel de arroz, a nanquim e lapiz de
cor.Nestas vemos as composiçoes se desdobrarem,
nascendo em sequencia quase automatica,e... o
elemento inovador, ordenador por certo, que a
pintora incorpora ao se trabalho: a fita perfurada
de computadora.
..............................................
... surpreendemente surgem momentos nesta serie
de desenhos, de grande beleza,a anunciar, da pura
intuiçao que è na verdade, seu impulso-motor,
possiveis caminhos - elemento exterior - ( a fita
do computador )......
nesta serie de desenhos, a racionalidade,
a furia, que se alternam na pintura,
parecem ceder lugar à criaçao tranquila e
paciente.
................................................
varios os caminhos de Myra Landau, em 1978.
Artista que nao deixa de se apresentar entre nos,
fiel aos longos anos de permanencia no Brasil,
rumena de nascimento,
brasileira por opçao afetiva e de formaçao profissional,
mexicana ha quase vinte anos,
Myra é um dos expoentes da renovaçao
da arte contemporanea no Mexico,
onde se destaca como uma das pioneras
do caminho da abstraçao organica
a que se entrega em inicios de dos anos 65,
quando ainda a figuraçao surrealista/màgica
imperava com força no ambiente artistico de Mexico.












































palavras do catalogo - Aracy Amaral - Fragmentos






( fotos velhas e nada boas -tive que scannar de um velho album )

6 commenti:

Memória de Elefante ha detto...

Belo post e texto!

Myra!
Parabéns!!!A arte é a mais pura expressão da alma...
"Por ser uma das pioneiras
do caminho da abstraçao organica
a que se entrega em inicios de dos anos 65,
quando ainda a figuraçao surrealista/màgica "

Abraço

De cenizas ha detto...

Geometría dinámica, en puro movimiento conceptual. Un placer ir viendo tu obra.
Obrigado, cara amica.


besos

Chica ha detto...

Que lindo e interessante isso,Myra! Um beijos e obrigadoi pelo teu carinho sempre,chica

Luísa ha detto...

Tanto tenho a aprender!
Sinto-me tão feliz por ter cruzado caminho consigo!
GRANDE é quem tão sabiamente olha a vida em volta dos outros!
GRANDE é quem se dedica à arte e nela mostra sensibilidade!
GRANDE é a Myra!
Beijinho terno desta sua grande admiradora,
Luísa Vilaça

Mauro ha detto...

maravilha

Anonimo ha detto...

gracias a todos!