mercoledì 25 novembre 2009

mieux vaut le silence

feindre
ne pas se laisser prendre
à ce jeu rempli d’incendies
– de faux mots –
pouvoir fendre
ainsi que la foudre
avant de nous laisser
croire encore
à leurs à propos
faudrait les pendre
tous
a leur bave qui nous crache
dessus
comme si de rien…



sorcière avec ton balai
fée et ta baguette de rayons dorés
lancez votre regard magique
invisible puissant
devenez frénétiques




faites tombez
avec un grand fracas
leurs cirques immondes
tous les cirques
leurs clowns ne sont plus ceux d’antan


- pleins de joies et de rires -








alors donnez –nous le silence

7 commenti:

Chica ha detto...

Pelo que vi , apesar do meu frances que não uso há séculos, é lindo! beijos, obrigado pelo carinho sempre,chica

Memória de Elefante ha detto...

Belíssimo texto!
Os palhaços que sempre me encantaram tanto, já não me fazem entrar no mundo da magia de um tempo atrás!
Silencio é onde transito e é fumndamental para minha harmonia e criação.

Um beijo bem carinhoso e agradeço as visitas e belos comentários!

paula barros ha detto...

querida, passando para deixar votos de felicidades.

beijos

Conceição Duarte ha detto...

Myra minha lindona, como vai a vida?
Como vc pode perceber, a minha anda maluca...
Mas vamos indo devagar e sempre... Um beijo grande, e obrigada por sua visita por la, é sempre, sempre querida e bem vinda... bjbbj CON

Luísa ha detto...

BJNHS com muito soninho e desejos de chegar aos lençois quentinhos...
amanhã leio com atenção...

tossan® ha detto...

Ogni volta quello che vengo qui io si ricorda della musica che ho un sapore molto… Parole, parole di parole di parole……
Poem bello, forte, tuttavia, bellezza! Bacio

Jacolupin ha detto...

J'adorais la lire ma cher Myra aussi les images.. Biz