lunedì 17 maggio 2010

la pauvre rose



l'air pluvieux
a rendu morose
la si belle
et blanche rose
hors de ma fenetre
on dirait un etre
au bord des larmes
à bout de souffle





mais non
elle se repose
et reprendra
vite
son essor

11 commenti:

MartinAngelair ha detto...

Tengo la suerte de disfrutar de vez en cuando, de la peculiar compañía de un vecinito, de casi nueve años,...


...a él le encantaría esta imagen.




Tremendamente peculiar,...como tú querida Myra.





Besos; B.D.C.M.

marina ha detto...

ella sabe convertir en perlas los azotes húmedos del tiempo..... :-)

Volverá a mostrarse radiante, ya verás...

abrazo cálido..!

TORO SALVAJE ha detto...

Que belleza.
Espero que resurja.

Besos.

Maria Dias ha detto...

Nossa Myra AMEI esta tela(é uma pintura sua não?).As rosas estão sempre no meu caminho e por isso eu adorei esta pintura!

Beijinhos

Maria

João Menéres ha detto...

ESTA ROSA ...

Belíssimo trabalho, MYRA !

À chuva resiste ela.
O vento é que a pode ferir...
Mas, a tua obra PERMANECE contra mares e marés!

Infinita a criatividade e a poesia desta SENHORA !

Beijo ido de uma cidade com Sol e temperatura bem agradável.

Luísa ha detto...

...nada é eterno!
E das pétalas da rosa, tiramos a melhor fragãncia para o mais nobre perfume!
Mesmo triste, mesmo molhada, irá animar a pele de alguém...
Beijinho terno

Vivian ha detto...

...ciao bela!

maravilha de arte
como sempre.

eesta rosa parece que tem
perfume.
o perfume de suas mãos
de anjo pintando o belo
da vida!

bj, querida!

bondearte ha detto...

Maravilhosoooooooooo
Você realmente é surpreendente e fantastica .
Congratualações
Paulo

ma grande folle de soeur ha detto...

reprendre son essor .. j'aime l'idée :)

Memória de Elefante ha detto...

Esta umidade são lágrimas que o tempo deixa pender sobre as flores, mas de repente tudo passa e floresce lá no fundo a mais bela rosa!

Beijo

Gisela Rosa ha detto...

adoro esta rosa Myra é encantadora

beijinhos