sabato 29 maggio 2010

visto que...


visto
que nao tinha
as ideias claras
o tempo passava
e eu anestesiava
minhas emoçoes

atè que um dia
muitas coisas
saltaram fora
e fui-me embora

se fiz
bem ou mal
sou incapaz
de julgar

o tempo dirà

12 commenti:

TORO SALVAJE ha detto...

Es que uno no puede juzgarse a si mismo sobre las decisiones que tomó en el pasado porque ya no somos aquella persona que las tomó ni estamos en las mismas circunstancias.

Besos.

Chica ha detto...

O tempo dirá, mas eu digo agora: teu trabalho ficou lindo!!!Adoro essas cores!beijos,tudo de bom,chica

paula barros ha detto...

Em algumas situações fui embora, e quando o tempo quer me mostrar algo, penso que foi o melhor que eu podia fazer naquela época.

beijo

Maria Dias ha detto...
Questo commento è stato eliminato dall'autore.
Maria Dias ha detto...

Sim a liberdade é assim vc tem o livre arbítrio(então vc pôde escolher entre ir ou ficar e algumas vezes optou por ir e acredito q hoje já sabe se foi uma boa escolha...A liberdade é assim.

beijos é ótimo fim de semana.

Maria

bondearte ha detto...

O tempo ja esta me contando,
o trabalho ficou lindo!!!!
as pessoas sentadas ,
é como se elas estivessem em algum lugar da memória passada,
é incrivel, como você consegue linkar estas imagens e traze-las de volta!!
Congratulações, também pelas cores.
Eu gostaria de saber como você consegue dar estes efeitos unicos:)))
Beijocas pra você,Bella ragazza
Paulo

Luísa ha detto...

Se foi a MYRA quem decidiu, então está bem decidido! não adianta querer voltar atrás! Está muto bem feito!

Beijinho terno adMYRAvel amiga!

Juliana Rossa ha detto...

Myra, as mudanças reciclam as nossas almas, não é?
Beijos!

Memória de Elefante ha detto...

myra!
Quando se anestesia as emoções ,o melhor é saltar fora para libertá-las!

Um beijo

Brancamar ha detto...

Querida Myra,

A obra de hoje é linda, tanta côr, tanta emoção a brilhar na tua vida, por isso acho que tudo que fez foi bem feito, com muita sabedoria.

Beijo de muita amizade.
Branca

De cenizas ha detto...

El tiempo, que diga lo que quiera. Lo importante es: Tú, ¿cómo lo sientes?


besos

Carmem Salazar ha detto...

antes a dúvida do que a apatia, não amiga sagitariana? ; )

beijos, querida.