giovedì 17 maggio 2012

meu irmao me escreveu faz tempo.........



fofa e redonda segura minha mao
sua mente criança pensa
principe no cavalo branco me rapte
meu irmao nao me beija

um cavaleiro de alma escura
deixou-he a boneca de porcelana
e sumiu na densa bruma

rei azteca levou-a distante
dedicou-se às arte da pintura
disseminou cultura esbanjou talento

sua mao na minha perna me falta
de longe envio-lhe beijos
que nao lhe dou
nao mais fofa e redonda boneca
agora é nobre senhora romana

insiste ser irma finjo indiferença
somos almas identicas e isso basta

algum tempo depois...




SAUDADES ENORMES DELE

10 commenti:

João Menéres ha detto...

Um lindo poema de um irmão com quem te entendias na perfeição e o Iosef adorava-te e exaltava o teu talento como pintora.

Belas crianças que se tornariam Gente !

Um beijooooooooo

Paula Barros ha detto...

Hoje olhei um livro dele e me lembrei dele. Lembro deste poema, lido há tanto tempo.
Ele falava sempre de você com muito carinho.
A Deusa da arte.
beijo

Isabel ha detto...

Muito lindo.
Nota-se o carinho.
Um beijinho

ana ha detto...

Myra,
Que bom é ter manos que escrevem assim.
Parabéns por essa partilha feliz!
Beijinho. :)

Li Ferreira Nhan ha detto...

"dedicou-se às arte da pintura
disseminou cultura esbanjou talento...
somos almas identicas e isso basta"

Myra entendo tua saudade; vocês são de fato almas gemeas.
Um beijo,
Li

De cenizas ha detto...

¡Qué bellas y emocionantes palabras!
Me gustaría creer en otra vida para poder pensar que pudiera leerte.



besos

byTONHO ha detto...



Ir...mão é!
Ir...mão na irmã, imã!

Carinhosamente...

:o)

Luísa ha detto...

Cada letra escrita mostra afecto entre os dois!
Simbiose de genes num movimento único ce amor!
Beijinhos, adMYRAvel irmã de Iosef!

✿ chica ha detto...

Presente maravilhoso que te acompanha sempre...LINDO! beijos,chica

marina ha detto...

cariño, amor , ternura en las fotos... y en el poema, bellíssimo!

un gran abrazo, Myra!