sabato 19 maggio 2012

ultima vez que vi meu pai 1978

saudades,,,
com ele e com meu irmao perdi minhas raizes...

12 commenti:

Luísa ha detto...
Questo commento è stato eliminato dall'autore.
Luísa ha detto...

As raizes proliferam!
Dão sinais de existência com tudo o que espalharam pelos seus entes queridos. Um reflexo da educação, da criação, da arte de bem fazer.
Beijinhos

OBS: Se alguem me copiar, juro que deixo de comentar, para não mais alguem me plagiar.

myra ha detto...

nao entendo!!!!

João Menéres ha detto...

LUÍSA

A ameaça não é para mim, pois não ?
Eu citei a autoria. Foi uma forma de dizer que ADOREI o teu comentário ( tu sabes isso e eu sei que o Anónimo não terá tido a intenção de te plagiar. Por certo, esqueceu-se de referir a autoria. Só pode ter sido isso !
Tão evidente e na mesma postagem, não é Luísa ?

MYRA

Que ternura de imagem. Pai e filha, dois seres extraordinários, estes Landau !
O teu Pai já estava doente, não era ?

Tu estás belíssima !!!


Um beijo.

byTONHO ha detto...



Bela IMAGEM!

:o)

BRANCAMAR ha detto...

Que fotografia tão ternurenta e querida Myra. Belíssima recordação!

Quanto a anónimos Luísa divertem-se sózinhos com reacções como a tua, a melhor resposta é ignorar. Olha o que ele já se diverte com as tuas dúvidas e as do João? Se soubesses quantas vezes já foram copiados os meus comentários exactamente da mesma forma, nos últimos tempos?! Esta cópia do teu é só para disfarçar ou simplesmente porque defendeste a Myra quando andou por aqui a dizer mal, porque anónimo que se preze é sempre o mesmo, poucos têm esses hábitos desonestos e normalmente sabem bem onde querem ir, para além de não terem nada que fazer, senão estas tristes figuras, :)))

Bah, este post é tão maravilhoso, que só merece coisas lindas e bem assinadas por baixo, coisa que esta personagem que se passeia pelos blogues não aprecia, nem respeita.

Eu adorei e o resto ignoro.

Beijos muitos Myra. Obrigada por este momento tão belo.

Branca

De cenizas ha detto...

¡Ahora eres tú las raíces de tu hija, de tus nietos, de todos los que te admiramos!



besos

Li Ferreira Nhan ha detto...

Myra as raízes geram sementes e frutos e flores e a vida continua.
Tua geração é linda!
Você não perdeu Myra.
Você deu continuidade.
Isso é fantástico!

Olha Myra, não se importe com os comentários repetidos do anonimo. Eu os vi logo após o meu comentário. Pode ser obra de alguém que não tem nada o que fazer ou pode ser algum problema do blogger; também não entendo.
De qualquer forma ele só repetiu belos comentários!
Você sabe os problemas que eu venho tendo com meus emails.
Sabe de uma coisa, não vale a pena perder o tempo com isso.

Um beijo e boa semana!

ana ha detto...

Tão bonito, o seu pai!

Ficam sempre as raízes pois a Myra é uma árvore filha de seu pai. Isto é, ele espalhou no tronco outros rebentos.
Não há futuro sem passado. E o sábado já passou.
Beijinhos. :)

Anonimo ha detto...

As raizes proliferam!
Dão sinais de existência com tudo o que espalharam pelos seus entes queridos. Um reflexo da educação, da criação, da arte de bem fazer.
Beijinhos

OBS: Se alguem me copiar, juro que deixo de comentar, para não mais alguem me plagiar.

Anonimo ha detto...

Que fotografia tão ternurenta e querida Myra. Belíssima recordação!

Quanto a anónimos Luísa divertem-se sózinhos com reacções como a tua, a melhor resposta é ignorar. Olha o que ele já se diverte com as tuas dúvidas e as do João? Se soubesses quantas vezes já foram copiados os meus comentários exactamente da mesma forma, nos últimos tempos?! Esta cópia do teu é só para disfarçar ou simplesmente porque defendeste a Myra quando andou por aqui a dizer mal, porque anónimo que se preze é sempre o mesmo, poucos têm esses hábitos desonestos e normalmente sabem bem onde querem ir, para além de não terem nada que fazer, senão estas tristes figuras, :)))

Bah, este post é tão maravilhoso, que só merece coisas lindas e bem assinadas por baixo, coisa que esta personagem que se passeia pelos blogues não aprecia, nem respeita.

Eu adorei e o resto ignoro.

Beijos muitos Myra. Obrigada por este momento tão belo.

Branca

expressodalinha ha detto...

Sem raízes, mas com muitos ramos. Uma foto extraordinária de apaziguamento.