venerdì 1 febbraio 2013

********************************************)

17 commenti:

✿ chica ha detto...

Gostei da cor!!beijos praianos,chica

João Menéres ha detto...

Estou maravilhado, tanto com as cores, como com a composição e os efeitos que gráficos com que nos brides nesta sexta-feira, MYRA !

Um beijoooooooooooooooooooo

Maria MManuela ha detto...

Belíssimo, Myra!

É como se eu visse, à transparência de uma outra textura, batida por um "vento fortíssimo", um quadro lá ao fundo...e, muito difusamente, uma figura feminina, à direita...
E o quadro tem legendas em baixo e em cima...

Pormenores de profundidade e cor admiráveis...
Grata por mais esta obra de arte de grande beleza, impressionante!
Um beijo grande, querida MYRA!

expressodalinha ha detto...

Raios de astrais.

byTONHO ha detto...
Questo commento è stato eliminato dall'autore.
byTONHO ha detto...
Questo commento è stato eliminato dall'autore.
byTONHO ha detto...



\\\\\\\\\\\\
\\\\\\\\\\\\
\\\\\\\\\\\\
\\\\\\\\\\\\
\\\\\\\\\\\\
\\\\\\\\\\\\

:o)

MARILENE ha detto...

Estive namorando seu trabalho, que é muito belo. Vi a chamada no Eder e não resisti porque a arte é a mais perfeita manifestação dos sentidos. Parabéns pelo talento! Bjs.

Paula Barros ha detto...

Uma cortina esvoaçante, numa cor vibrante.
beijo

ana ha detto...

Chuva oblíqua.
I

ATRAVESSA esta paisagem o meu sonho dum porto infinito
E a cor das flores é transparente de as velas de grandes navios
Que largam do cais arrastando nas águas por sombra
Os vultos ao sol daquelas árvores antigas...

O porto que sonho é sombrio e pálido
E esta paisagem é cheia de sol deste lado...
Mas no meu espírito o sol deste dia é porto sombrio
E os navios que saem do porto são estas árvores ao sol...

Liberto em duplo, abandonei-me da paisagem abaixo...
O vulto do cais é a estrada nítida e calma
Que se levanta e se ergue como um muro,
E os navios passam por dentro dos troncos das árvores
Com uma horizontalidade vertical,
E deixam cair amarras na água pelas folhas uma a uma dentro...

Não sei quem me sonho...
Súbito toda a água do mar do porto é transparente
e vejo no fundo, como uma estampa enorme que lá estivesse desdobrada,
Esta paisagem toda, renque de árvore, estrada a arder em aquele porto,
E a sombra duma nau mais antiga que o porto que passa
Entre o meu sonho do porto e o meu ver esta paisagem
E chega ao pé de mim, e entra por mim dentro,
E passa para o outro lado da minha alma...

Fernando Pessoa.

Belo, belíssimo.

Isabel ha detto...

Achei lindíssimo!
Um beijinho

Luísa ha detto...

Gosto da cor!
Gosto da forma!
Gosto do tamanho!
Gosto de gostar da arte adMYRAvel desta autora-criadora!

Mil beijinhos

Branca ha detto...

Os meus tons preferidos e tantas estrelinhas em título tornaram esta minha passagem por aqui maravilhosa.

Beijinhos
Branca

TORO SALVAJE ha detto...

Parece un Libro Secreto.

Besos.

Anonimo ha detto...
Questo commento è stato eliminato da un amministratore del blog.
Allan Robert P. J. ha detto...

Lindo efeito de transparência e reflexo! Gostei da cor. Parece tão simples e, ao mesmo tempo, é tão cheio de personalidade.

:)

Anonimo ha detto...
Questo commento è stato eliminato da un amministratore del blog.