lunedì 1 agosto 2016

POEMAS E ALGO MAIS

desmaiar
no vazio
cair
sem se
ferir
um milhar
de luzes
a brilhar
acordar
e olhar
*
os sonhos
minha vida
ando amo trabalho luto
falo vejo escuto discuto
viajo nado rio brigo
dentro deles
vivo
de dia
durmo
espero à noite
*
de noite
todos os ruídos
parecem
olhos enormes
e ouvidos
esquisitos
gosto
do dia
o silêncio
é ensurdecedor
uma dor
detesto
*
peculiar herança
que o tempo traz
ao perene viajante
inexplicável desejo
de voltar a um certo
lugar
visto de longe...
misteriosos
detalhes
de uma
estranha memória
*
melhor
o fumo
de um cigarro
que a fama
que se esvai
como fumo
— fumaça —
[ Poemas de Myra Landau, publicados na Germina — Revista de Literatura & Arte:
http://www.germinaliteratura.com.br/2012/myra_landau.htm ]

1 commento:

✿ chica ha detto...

Lindos e profundos teus poemas,Myra! bjs, chica e feliz Agosto!