venerdì 3 marzo 2017

fragmento de Vade retro:

... e agora que voce leu a primeira parte destas palavras jogadas de qualquer maneira e que voce me disse que chorou, quero te dizer uma coisa: se chorou de saudades, me parece muito bem. A saudade e um sentimento lindissimo, e como o crepusculo que - pelo menos a mim - me faz rever escenas do passado e te-lo no presente, e sem querer querendo, sonhar como o que ha de vir.Esperar algo sempre. Sempre. Acontecimientos, coisas, gente linda. Sempre algo carregado de esperancas como a crianca que voce foi e que sempre "colmo" meus dias de um feitico de beleza, de ternura profunda. Que e, sera presente. Acredito que voce me entendeu. Nao me decepcionou nunca. Nem como como pessoa, nem como filha e amiga, nem como artista.

Dominique , tu es un monde .Le mien....


1 commento:

João Menéres ha detto...

Para lá do reconhecimento das qualidades da Dominique, que belo, verdadeiramente belo, é este texto, Mira !

Um beijo muito grande, minha amiga.