domenica 30 aprile 2017



Iosif Landau: um poeta que se distingue pela autenticidade e espontaneidade. A leitura de seus versos provoca-nos sentimentos variados, pela clareza de suas palavras e pelo forte sentido de legitimidade que delas emana. E não é esta uma das funções da poesia, transmutar sentimentos, provocar emoções?
Percorrendo o livro tive a certeza de estar lendo uma vida. O título, EU VI, demonstra a intenção do autor de se desnudar, sem pejo ou peias. Se não são imagens de sua rica vivência, seus poemas serão pelo menos instantâneos de vidas que tantas pessoas gostariam de ter vivido, imagens de sonhos entronizadas no nicho da mente de todo ser humano.
De permeio aos versos percebe-se uma rica cultura, sem afetação, espalhada em palavras que viajam livremente pela Europa, pelo interior brasileiro, pelas ruas e bairros do Rio de Janeiro, onde vive, lugares por onde passou. Recolheu e guardou na memória todos os bons e maus momentos, que fazem o tecido com que veste a sua poesia.
Iosif Landau, brasileiro naturalizado, é intrinsecamente carioca e brasileiro de alma e coração. Não esquece o seu torrão natal, a Romênia, mas deixa entrever em seus poemas o amor pela terra que adotou — e que o adotou. Sua vocação literária aflorou após os 70 anos e veio com força, amadurecida!




prefacio do livro"Eu Vi " por Fausto Rodrigues Valle

7 commenti:

Luísa ha detto...

Riquissimo!
Deixa saudades quem tão bem escreve nos permite sonhar pelas palavras...

Bjnhs querida Myra

myra ha detto...

me equivoquei nao r Flavio de Carvalho!!! e FAUSTO RODRGUES VALE!!!! quem escreveu este prefacio!!!

✿ chica ha detto...

Muito bom,Myra. Bela homenagem! bjs, chica

Isabel ha detto...

Depois há-de colocar algum poema deste livro. Não me lembro se já colocou aqui algum...

Um beijinho e boa semana. Hoje temos feriado - dia do trabalhador.

myra ha detto...

querida Isabel, eu nao tenho o livro - fisico - e nem na computadora - com tantas mudancas de paises etc, deve ter ficado quem sabe aonde...vou ver como faco..agora se voce esta no Face, la anteontem colocaram uns tres poemas, mas eu nao sei como fazer para te por eles aqui. Me diz ja te mandei a Memoria Tumultuada livro de meu irmao , tenho em PDF, mas como te mando
tem que me dar teu endereco electronico, beijos

Isabel ha detto...

Bom dia

Eu não tenho Facebook.
Então eu mando-lhe um mail. A Myra tem o meu, mas é possível que não se recorde...

Obrigada.
Um beijinho e bom dia:)

myra ha detto...

sim Isabel e possivel os meus 90 anos estao me fazendo muito mal...um beijo ....e desculpa minha memoria...:)