martedì 8 agosto 2017

MAR . Vinicius de Morais


na melancolia de teus olhos
eu sinto a noite se inclinar
e ouco as cantigas antigas
do mar



nos frios espacos de teus bracos
eu me perco em caricias de agua
e durmo escutando em vao 
o silencio

e anseio em teu misterioso seio
na atonia das ondas redondas
naufrago entregue ao fluxo forte 
da morte

4 commenti:

✿ chica ha detto...

Linda poesia e tela,Myra! bjs, chica

myra ha detto...

oi, Chica sim, Vinicius era um enorme poeta! bjs

Isabel ha detto...

Lindo:)

myra ha detto...

sim,Vinicius era um enorme maravilhoso poeta! tive a sorte de conhecer ele!!!