lunedì 1 gennaio 2018

de noite
todos os ruídos
parecem
olhos enormes
e ouvidos
esquisitos
gosto
do dia
mas 
o silêncio

é ensurdecedor
como  uma dor

detesto



3 commenti:

Isabel ha detto...

Gostei do poema.

Sabe, antigamente gostava da noite, mas hoje em dia, gosto mais do dia, das manhãs...e gosto do silêncio.

Mas nós gostamos das coisas conforme o que elas significam para nós, não é? Eu gosto do silêncio, talvez porque passo os dias rodeada de gente e de barulho.

Beijinhos:)

Luísa ha detto...

Gosto de si e de toda a revolução que nos traz! Gosto das flores, da foto e das palavras!
Mil beijinhos em modo "aplauso estridente!"

myra ha detto...

bom dia amigas, Isabel e Luisa, eu antes gostava de siemcio, pqe tinha muito que fazer e tinha um montao de amigos... agora nao tenho nenhuma amiga ou amigo, nao veo ninguem, saio, vejo minha flha pouco, entao como posso gostar de solidao que traz tanto silencio!!!!!! sim, falo com Dominique ao tel. mas nao a vejo todos os dias////,,,Luisa querida, gosto de teu entusiasmo com minhas coisas!!! obrigada...beijos mil para as duas!