giovedì 8 ottobre 2009

continuando - aqui mostro experiencias varias - entre 1961 e1964

antes de encontrar a minha "caligrafia" pessoal
linhas linhas e quadradinhos
pintados desenhados geralmente
com pastel ou nankim sobre
a tela de linho cru




aqui usei tambem uma mistura de areia com cores
estava na epoca da textura











este pintado até com cafe e trabalhado com os dedos tambem














nankim sobre tela













simples papel com nankim














sei que a minha letra é muito grafica
assim que usei
esta escrito a palavra AMOR

é para voces todos

9 commenti:

Luísa ha detto...

Franca actividade!
Respira-se bom gosto em tudo o que nos mostra!
Beijinho terno

Germano Xavier ha detto...

Arte polissêmica de Myra!

Boa sexta-feira.
Continuemos...

Jacolupin ha detto...

Cara myra dopo un lunga assenza eccomi di ritorno. Mi dispiace che hai preso male questa mia assenza, ma sai che c'è? C'è che da queste parti le cose vanno di male in peggio, inutile girarci intorno. Anzi direi che a parte la mostra di dopodomani va proprio di merda. Scusa il termine ma così capisci meglio; mi ricordo quando me lo dicevi tu... mi piace come lo dici. Bon comunque quando va così è facile che mi chiudo un po', ma come si dice, non può piovere per sempre, anche se si sà che è una caz&£$a e che comunque piove sempre merd... comunque tira su.
e allora anche se in ritardo grazie mille per i tuoi auguri che comunque vada sono la cosa che mi onora fi più. Con stima e affetto Matteo.
JTM

ma grande folle de soeur ha detto...

Myra o que é nankim? :)

paula barros ha detto...

Amor sempre é bom. Vindo através da arte e da artista maravilhosa, fantástica, o amor fica mais belo.

beijos

Anonimo ha detto...

E um tal prazer ver toda essa arte junta!!!!!!!
mas nao exagerar...:) da mais espaco entre cada surpresa...:)))
Te adoro!!!! D

Conceição Duarte ha detto...

Para mim onde está o seu terceiro post, coisas em nankim, nao aparece nada

bj CON

Anonimo ha detto...

obrigada a todos vcs.!

Carmem Salazar ha detto...

Myra, maravilhosa essa série... O "caligráfico" lemabra Myra Schendell, que eu adoro e tenho como uma referência, sempre. A conheceste?

bjs