giovedì 18 febbraio 2010

EU VI - 2003 - Iosif Landau

Sexta feira 19 de Fevereiro 2010

hoje mudou o meu mau humor de ontem! em grande parte devido a voces!
Reli as palavras que meu irmao colocou no livro dele EU VI, a dedicatoria dele que eu tinha esquecido .....e fiquei emocionada e contente. Quando em 2003 eu tinha lido, brinquei com ele dizendo que ele estava exagerando,( e continuo pensando assim )mas agora me fez um bem imenso.E bom de vez em quando recordar o amor que nos liga e a admiraçao mutua..:) fez bem ao meu Ego, que ontem estava no chao... assim que hoje eu falo de mim através das palavras de meu irmao. Desculpem a minha "vaidade"...nao sou eu que falo, é ele.




" Dedico este livro à minha irmã Myra, mulher corajosa e valente, culta e errante. Do Rio de Janeiro, onde viveu com a família e onde nasceu sua filha Dominique, mudou-se para o México e ali desenvolveu e maturou sua maior arte: a pintura. Expôs em muitas galerias, ganhou muitos louros. Irrequieta, viveu algum tempo em Paris, Amsterdã e depositou seu cansaço em Roma. Viajou por cantos que eu gostaria de ter ido, Israel e China. É poliglota e profunda conhecedora do idioma francês. Escreve poemas, a meu ver com muito talento, é só conferir, ler e meditar. Transcrevo alguns deles aqui, com muito amor e carinho.

Beijos, Myra querida"

POEMAS DA MINHA IRMÃ

1
Et soudain un mouvement
Impitoyable impétueux
M'innonde
Moi — sans identité —
aurais — je besoin d'un dentier?
Quelle pitoyable image, hélas —
Il me semble que je suis à court d'idées…
Mais continuons

Privée de sens
Fatiguée
Pressée d'en finir
Elle divague
Arrivera-t-elle la vague dévastatrice
Avec laquelle
Sur laquelle
Devant laquelle
Trouvera-t-elle
Le don autant cherché
Jamais trouvé
L'intense recherche d'dentité
Pas encore trouvée
Mais ceci
Nous ont tout permis
Liberté anarchie
Et cependant aujourd'hui
Celles-ci apparaissent jaunies
Comme de vieilles photos de famille

Ces rimes trop faciles me plongent
Dans ma réalité
La nôtre
C'est toujours elle et moi
Elle se demande — et moi avec —
A quel horizon appartiennent — elles…

Elle décide de ne plus se réveiller.

2
Le tout s'évade
guet — apens permis
Partout
Alerte
Observe l'écart du temps
Attrappe les heures au vol
Trop rapide déjà
Reste au guêt — quand même —
Si tu peux si tu veux
Je crois que t'as plus rien à faire
Et t'en qu'à faire

Tu ferais mieux de te taire
Ici sur la terre…

obvio que somente coloquei dois poemas...

13 commenti:

TORO SALVAJE ha detto...

Dos bonitos poemas.
Y una hermosa dedicatoria.

Besos.

Luísa ha detto...

Eis a palavras que ficará para sempre grava no seu coração!
São miminhos que nos fazem sempre bem!
Votos de um excelente dia!
Beijinho terno

Chica ha detto...

Poemas lindos e palavras decum irmão,sempre fazem bem ao coração e fazem espantar as nuvens e deixar o sol aparecer no coração...beijos,chica

Sandra ha detto...

Parabéns, Homenagem merecido Myra.
Você é uma pessoa encantadora.
São palavras que engrandece a alma. Nos deixa muito feliz.

Também quero lhe agradecer,

Carinhosamente, a sua companhia do blog do Chico, onde estamos com o Concurso de poesias. Fiquei muito feliz que resolver viajar comigo..

Muito obrigada por ter aceito.
Agradeço do fundo do meu coração..
São oportunidades únicas que temos..
E com a companhia dos amigos, voamos mais alto.Estou muito feliz..
Carinhosamente,
Sandra

Wania ha detto...

Myra

Estamos sempre buscando: no passado, lembranças e respostas que nos permitam entender melhor o agora e no futuro, esperança de dias melhores para vivermos o hoje!
Linda a tua arte, tanta escrita quanto pintada!


Às vezes, provamos o sal para que possamos reconher como o doce é doce! Dias açucarados pra ti, minha amiga!

Bjssssssssss

Memória de Elefante ha detto...

myra!

As palavras dele estaõ eternizadas e sempre quando estiveres "triste" é bom reler, faz tanto bem ao coração,pois os laços de voces além do sangue estão na arte e são muito fortes!

Dia destes visitei o site da Dominique que me indicaste, uma grande fotógrafa, a arte revelada em cada olhar na hora do flashe.Parabéns a ela!!!


Um beijo carinhoso

Maria Dias ha detto...

O tempo passou Myra mas tua essência foi preservada.Bom q está revertendo este processo meio deprê de ontem.Bacana estas lembranças boas,gravadas pelo teu irmão e q vc soube usar como antídoto para melhorar.Bom q este amor q une vcs não morreu e nem morrerá.O amor é a única coisa que levaremos daqui...

Beijão

Maria

tonhOliveira ha detto...



Bom dia, boa tarde e boa noite, todos os dias, adMYRAvel senhora!

Que bom que reencontrastes o bom HUMOR!

Beij♥s!

João Menéres ha detto...

MYRA

Eu tinha a certeza que um sopro te ia dar nova alma.
Que feliz me sinto!

Um beijo grande.

paula barros ha detto...

Myra, o laço de vocês é forte, é permanente, é eterno.

A admiração é mútua, e ser forte, e ter a arte no sangue, e ser inteligente, também é comum aos dois.

Que bom querida que a fase depre passou, e que você tem esse poder de transformar-se.

beijos com carinho

ellen ha detto...

Que linda e valiosa homenagem seu irmão lhe fez!!! pelo que tenho vindo a observar no seu Blog, você merece. Parabéns myra.

Beijinho

tossan ha detto...

Myra, eu gostaria muito de te-los visto juntos cantando, pintando e escrevendo. Beijo

De cenizas ha detto...

"..mulher corajosa e valente, culta e errante" y con una capacidad de querer..... ¡inmensa!


besos