giovedì 29 aprile 2010

sarà il tempo



sensazioni vaghe
mi brucciano
arrivano
d'altrove
non riesco
a capire
da dove

eppure
mi stanno
adosso

sarà il tempo

5 commenti:

Memória de Elefante ha detto...

O tempo rasteja no telhado
as dúvidas brotam nas frestas
da porta.

Gostei desta imagem senti um telhado que parece de vidro?!

Um beijo carinhoso

expressodalinha ha detto...

O tempo e o modo...

João Menéres ha detto...

MYRA

Andei uns meses no Instituto Italiano, aqui no Porto, há cerca de 40anos.
Uma injecção infectou e estive de cama um mês, depois de ter sido lancetado por duas vezes na nádega.
Aí as aulas de italiano pararam e quando fiquei sarado o ano lectivo tinha terminado.
No ano seguinte, já não sei porquê, não me inscrevi.
Os rudimentos de italiano que ainda restam não estão à altura de comentar o teu escrito poético, o que muito lamento.

Um beijo terno.

Ana Martins ha detto...

Perfeito amiga Myra!

Beijinhos,
Ana Martins

tossan ha detto...

Solo il tempo potrà dirlo, ma la sua arte e mi dica adesso bellezza palavbras. Bacio