giovedì 9 settembre 2010

encontro - 2a parte



Caminò.Caminò.Caminò y caminò. No sentia el cansancio. Horas y màs horas. No sé cuantas. Seguia caminando por las calles de aquella ciudad majestuosa como era entonces. Sus casas coloniales. Sus patios impresionantes llenos de historias del pasado- El cielo tan transparente con sus colores cambiantes y translùcidas. las gentes amables. caminando sin prisa. Veia los rostros sin verlos - aquel era un dia muy raro, un dia en que sentia un raro "algo"...todo se habia vuelto màgico. Extrano. Veìa rostros sin verlos. No sabia que aquél dia iba a ver su rostro... Y siguiò viendo sin verlos, rostros amigos. Comprensivos. Parecia que las calles, las casas y sus gentes la acariciaban. Queriendo consolarla. No sabia y nadie sabria cuànto mal me habia hecho, cuànto dano le habia hecho aquel gesto violento. Romper cuadros, cortarlos, tirarlos a la basura, y por que no? tal vez no valian nada. La pérdida no era tan grande.
Por qué entonces me sentia perdida?queriendo escapar otra vez? por qué sentia algo tan extrano, cada vez màs extrano? Como si algo grande, muy grande iria a pasar este mismo dia. Algo que la haria cambiar de rumbo otra vez. Algo, si, algo. Ella lo sentia. Lo presintiò desde que despertò aquel dia. Si. Estaba cada vez mas segura que ahora - sus cuadros ya no le importaban - después de la destrucciòn, algo iba a surgir, asì como de la nada...

11 commenti:

Luísa ha detto...

Que bem!!!!!!!!!!!!
Assumiu que a partir daquela hora, tudo começou de novo.Não sabia para onde ía, mas ía! Não sabia o que a esperava, mas caminhava rumo a um futuro, o seu futuro!
AdMYRAvel, estimadíssima SENHORA!
Beijinho terno

João Menéres ha detto...

Sempre a firmeza da ARTISTA!
Determinada. Firme.O MOMENTO já tinha chegado, sim, mas outro MOMENTO estava próximo e MYRA sabia-o!

Um enorme beijo.

Paula Barros ha detto...

E caminhando foi construindo uma vida de belos momentos, intensos, e cheios de arte.


Um belo texto, adorei a forma de escrever.

beijo

Chica ha detto...

E aconteceu...Ela sabia,pressentia...Lindo!beijos,chica

TORO SALVAJE ha detto...

Que misterio...

Que debía ser?

Besos.

Memória de Elefante ha detto...

myra!
Reconstruíste dentro de ti ao Caminhar todas as "telas que ficaram para trás"e com esta força que força traçaste o teu caminho.

Um beijo

De cenizas ha detto...

A veces, una desgracia es el impulso para seguir con más fuerza, más lejos, más alto...


besos

Ana Martins ha detto...

Há momentos assim, em que tomar uma decisão é importante!

Muito bom.

Beijinhos,
Ana Martins

myra ha detto...

obrigada pelo teu comentario, que bom que gostou, hoje vou colocar a parte final, passei tbem para te dar um gde beijo,

bondearte ha detto...

Minha querida amiga Myra,

O texto é belissimo,e ele nos mostra tua coragem e poder de decisão no momento cerreto.


PS_
Minha querida amiga,desculpe-me pela ausência involuntária:
atualmente estou envolvido em varios projetos pessoais e profissionais,
isto tem tomado muito meu
tempo,estou preparando o projeto de um livro que pretendo edita-lo no ano que vem,
preparar o material e fazer as reuniões com a editora é bastante trabalhoso e desgastante,sem mencionar o trabalho do dia a dia para sobreviver.
Você esta em meu coração
Bacione , tesoro
Paulo

Vivian ha detto...

...quanta lição nos deixa
esta tua vida!

beijo-te a alma