sabato 31 marzo 2012

Sabado :(

il se morfonds
fonds
au fond
profond
d'une prison traducAo:
sem tregua
se derrete
no fundo
profundo
de uma prisao

12 commenti:

Luísa ha detto...

Purpuramente diluido no resto de uma mancha que se perderá no tempo...

Foi-se!

Beijinhos mil, com votos de um excelente sábado!

Isabel ha detto...

São tristes as palavras.
Parece que coisas importantes desapareceram sem ser ditas, vistas ou compreendidas.
Sabe Myra, hoje sinto-me assim.
Felizmente é passageiro, eu sei.
Um beijinho e um bom sábado. Por aqui hoje fugiu-nos a Primavera.

myra ha detto...

os Sabados para mim, desde que estou aqui sao horriveis:((

TORO SALVAJE ha detto...

Malditos sábados que te tienen prisionera.
Si fuera por mí los borraba de la semana: lunes, martes, miércoles, jueves, viernes y domingo.

Besos.

João Menéres ha detto...

ENTENDO TUDO QUE QUERES DIZER COM ESTA TUA OBRA...

A la HARTUNG !


Um beijo.

Anonimo ha detto...
Questo commento è stato eliminato da un amministratore del blog.
expressodalinha ha detto...

Uma "solitária".

EDER RIBEIRO ha detto...

o embaçamento da visão é uma prisão mesmo se o espaço físico for amplo, e isso é triste. bjos.

ana ha detto...

Myra,
Para saber que estou consigo deixo aqui isto.

A pintura é triste, bela e vê-se que os panos prendem a liberdade.

Lucrecia Borgia ha detto...

Quando un sabato sera vede nuvole marrone, è che il giorno successivo sarà domenica.
Soli gli pazzi non piace il sabato sera...

baci

Paula Barros ha detto...

Oi, querida, passeando por aqui, relaxando, descansando, ao olhar seus trabalhos. Sempre cheios de muitas belezas.

abraço, saudade.

Li Ferreira Nhan ha detto...

Myra, sinto a umidade em púrpura.
Mas também o ritmo em branco.
Onde a ritmo há vida.
Lindo, muito lindo.
Um beijo querida!