giovedì 4 luglio 2013

per miei amici del paese piu bello al mondo, Italia!.


arrivato l''addio

prima o poi
succede
sempre
ancora un bacio
un altro
un ti voglio bene
anch'io
tanto
no, io più di te
vi amo dico
dico ingoiando
lacrime
non si fanno vedere
esplodano dentro

passera ancora
chissà
quanto tempo
a reprimere
lacrime
gridi dolore
di tanta nostalgia

12 commenti:

Maria Manuela ha detto...

Belíssimo, querida MYRA!
Quanta nostalgia e amor!!!...
Vê-se que se lhe torna impossível reprimir mais as lágrimas que escorrem pela beleza deste poema e desta pintura maravilhosa...

Um país lindo e amigos lindos!
Ficou a saudade imensa...

Grata pela partilha de tão belos sentimentos!
Beijinhos, muitos...

. intemporal . ha detto...

.

.

. belíssimo . querida myra .

.

. beijooooooooooooooooo .

.

.

Kika ha detto...

Kriu?

Sabes como sou completamente enlouquecida pelos teus azuis e pelos teus lilases, inclusive, agora trabalho em psiquiatria e os meus utentes andam todo de bibe azul...

Kriu!

ha detto...

Quando eu estiver aposentado irei abrir um blogue, até para ir tendo alguma companhia, até porque, aquelas traseiras são um tédio!

✿ chica ha detto...

Sabes tocar o coração! Lindas palavras de saudade! Lindo carinho!beijos,chica

Luísa ha detto...

Palavras de amor e saudade, de nostalgia? Quem sabe?
Palavras de carinho!
Mil beijinhos

Paula Barros ha detto...

Um país que sonho em conhecer. Em andar por lá.
Suas palavras com muita emoção, dizem muito da saudade, do carinho pelos amigos.
abraço

Lucrecia Borgia ha detto...

Bravo! Myra, bella e nostalgica poesia...

baci

De barro y luz ha detto...

La nostalgia nos garantiza el placer de recordar.


Bss

João Menéres ha detto...

Que palavras tão lindas, MYRA !
Os teus vizinhos devem estar muito felizes !

Vês como com um dia de descanso, fizeste uma OBRA MARAVILHOSA ?

Bravo, Bravo, Bravo, MYRA !!!

Um beijoooooooooooooooooooooo

Isabel ha detto...

Percebo mais a pintura.
É linda! Tem algo de pintura japonesa...
Gostei muito e já a levei!

ana ha detto...

Delicadeza, sobre uma mancha escura. Tal como a Isabel diz faz lembrar a pintura japonesa.
Gostei especialmente dos sete últimos versos.
Beijinho.