domenica 25 giugno 2017

UMA VIDA A PINTAR - de Jorge Pinheiro - fragmento

E o destino transporta-a sempre para lá das fronteiras. Exige que
ela se inove. Impõe que ela descubra. Desde o quadro “Ritmo
Loco”, que me ofereceu em 2010, Myra desenvolveu uma nova
técnica, feita de sobreposições, colagens e reciclagens. Os
quadros passaram a ter relevo. As formas não cabiam mais na
moldura. Os desenhos saíram das margens. São linhas que se
continuam a cruzar, agora para fora do quadro. Myra
ultrapassou o quadrado. Transcendeu o rectângulo. Deixou o
quadro falar para além dos limites. O espaço ganhou um novo
volume. A pintura ganhou uma nova dimensão.
Em 1998 Dominique partiu para a China com o marido e os
filhos. Foi nessa altura que lhe deram um computador.
 Myra tinha então 72 anos. Começou a explorar a máquina e descobriu
o Photoshop. Hoje Myra está em contacto com todo o mundo e
continua a pintar. Diariamente pinta no seu computador. Criar é
o seu destino. E, mesmo que a morte a leve, Myra já criou uma
eternidade.
Em 26 de Dezembro de 2011, Myra deixou Itália e partiu para
Israel onde passou a residir com a família novamente
reagrupada. Uma espécie de regresso às origens étnicas. Origens
que ela não conhece. Uma terra estranha e, ao mesmo tempo,
familiar. Myra continua a não ter pátria, a detestar vento… e
continua a pintar.
"A tua vida, a tua arte será ritmo e o ritmo será contínuo e a
tua vida alcançará o equilíbrio para que te sintas, ao
mesmo tempo, mortal e imortal







trabalhos feitos com Photoshop

2 commenti:

✿ chica ha detto...

Lindo fragmento e telas! Jorge escreve muito bem! abração aos dois,chica

myra ha detto...

sim, ele e genial! o que escreveu como biografia minha e super!
se voce quer ler tudo posso mandar...\e obrigada por vir aqui sempre...fiel leitora minha! te quero bem, beijos