martedì 15 gennaio 2008

fim de vade retro fevrier 1999 - photo Dominique Landau



“ não sou eu quem me navega
quem me navega é o mar (o mar onde està?)
é ele quem me carrega
como nem fosse levar
e quanto mais remo mais rezo
pra nunca mais se acabar
esta viagem que faz
o mar em torno do mar”
.....................................................
“e quando alguém me pergunta
como se faz pra nadar
explico que eu não navego
quem me navega é o mar....” - Paulinho da Viola

Estou para acabar esta carta que como tal, jà é demais, e livro não será, alors je vous dis, je te dis encore, et encore, et encore, et encore, et encore, o que você , vocês sabem de cor....

“ame
seja como for
sem medo de sofrer”
...................................
“por que se negar
com tanto querer
por que não se dar
Por que?
por que recusar
A luz em você
Deixar pra depois
Chorar...pra quê?” Paulinho da Viola
E que me desculpe, Paulinho, mas a minha pouca veia literária, me obrigam a pôr fim as minhas lembranças, com as canções dele- e poemas de Fernando Pessoa, que me levam, a vocês, e sobre as sendas das saudades digo com eles:
.......................................
um olhar espiando o vazio é lembrança
..................................................................
um desvio na curva do tempo é distância
.....................................................................
a vida da gente é mistério
a estrada do tempo é segredo
o sonho perdido é espelho
.................................................
o fio do enredo é mentira
a história do mundo é brinquedo
.......................................................
e tudo que eu disse é ilusão.
Unica verdade: vocês
ustedes
vous
voi.

4 commenti:

Dominique ha detto...

tuas ilustracoes ao teu blog sao maravillosas ! nem falar dos teus escritos!

Anonimo ha detto...

Voce é linda.
A.

Layla Lauar ha detto...

Querida...que lindo, está tudo muito bonito, o blog, seus escritos. Você é uma artista completa, além de ser um amor de pessoa. Beijos e um ótimo fim de semana.

YEHUDA ha detto...

enfim te encontrei ou foi tua ilusão?
se eu sou a verdade
você é a mentira
que desmente a mentira
e suas ideias fixas
nada têm de verdade,
são mentiras
fixadas na verdade,
vistas pela sua mente
mentirosa,
sentidas pela sua alma
verdadeira

beijo